Últimas notícias

Hoje na história

RSS
02 de dezembro de 1993.

Morre Pablo Escobar, narcotraficante colombiano


Pablo Emilio Escobar Gaviria (12 de janeiro, 1949 - 2 de dezembro, 1993) conquistou fama mundialmente como o senhor da droga colombiano, tornando-se um dos homens mais ricos do mundo graças ao tráfico de cocaína nos Estados Unidos e outros países. Membros dos governos norte-americano e colombiano, repórteres de jornais e o público em geral o consideram o mais brutal, impiedoso, ambicioso e poderoso traficante da história.

A guerra contra Escobar terminou em 2 de dezembro de 1993, quando ele tentava iludir mais uma vez o “Search Bloc”, que consistia de um grupo de agentes da polícia colombiana, que foram montados com o único objetivo de prender o traficante de drogas Pablo Escobar e os seus associados. Os agentes foram treinados pelas “Forças Especiais” dos Estados Unidos da América.

Usando uma tecnologia de triangulação de rádio fornecida pelos norte-americanos, um time de especialistas em eletrônica colombianos o encontrou em um bairro de classe média de Medellín. Então ocorreu mm forte tiroteio entre Escobar e o Search Bloc. Alguns acreditam que atiradores de elite participaram da operação. A forma como Escobar foi morto neste confronto foi bastante questionada, mas sabe-se que ele foi encurralado num telhado e levou tiros na perna, nas costas e, o tiro fatal, perto do ouvido.

Depois da morte de Escobar, o Cartel de Medellín se fragmentou e o domínio do mercado de cocaína rapidamente foi assumido pelo rival Cartel de Cali até meados da década de 1990, quando seus líderes também foram capturados ou mortos.

Tags: Drogas, traficante, Cartel de Medellín, Cartel de Cali






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 09.12

  • Dia de Santa Joana Francisca de Chantal
  • Dia de Santa Leocádia
  • Dia do Alcoólico Recuperado
  • Dia do Cronista
  • Dia do Profissional da Culinária
  • Dia Internacional contra a Corrupção
  • Dia Nacional do Fonoaudiólogo