RicardoOrlandini.net - Informa e faz pensar - Hoje na história - Getúlio Vargas extingue, através do Decreto nº 37, todos os partidos políticos

Últimas notícias

Hoje na história

RSS
02 de Dezembro de 1937.

Getúlio Vargas extingue, através do Decreto nº 37, todos os partidos políticos


A Constituição outorgada em 1934 por |Getúlio Vargas previa eleições presidenciais para o ano de 1937, pois, de acordo com ela, o mandato de Getúlio terminaria em 1938.

Com essa expectativa, surgiram, então, três candidaturas: a União Democrática Brasileira apresentou o Governador de São Paulo, Armando de Sales Oliveira; e Benedicto Valladares, de Minas, articulava com o nome de José Américo de Almeida, enquanto os integralistas lançaram o seu chefe, Plínio Salgado.

Getúlio esperava (e até preparara) este momento. A luta eleitoral se tornava violenta e ameaçava a tranqüilidade nacional. Era o momento de suspender aquele processo, que, se aos olhos do povo significava uma verdadeira guerra civil, para Getúlio, que pretendia continuar no Palácio do Catete, indicava o fim melancólico do seu governo. Então, apoiado pelo General Eurico Dutra, Ministro da Guerra, o Presidente gaúcho desfechou o Golpe de Estado na manhã de 10 de novembro de 1937.

Munido de uma nova Constituição, elaborada por Francisco Campos e inspirada na concepção política dos Estados Totalitários, Getúlio fecha todos os órgãos Legislativos do País e, através do Decreto nº 37, de 2 de dezembro de 1937, extingue os partidos políticos, incluindo, nesse rol de medidas pouco democráticas, o arrasamento do integralismo e do comunismo.

Tags: Vargas, Golpe de Estado, Eleições, Estado Novo






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 20.08

  • Dia de São Bernardo
  • Dia do Anjo Cahethel
  • Dia do Maçom