Últimas notícias

Hoje na história

RSS
10 de dezembro de 1508.

Surge a Liga de Cambrai

Papa Júlio II nas muralhas da cidade conquistada de Mirandola (óleo sobre tela de Raffaello Tancredi, 1890, Prefeitura de Mirandola)

A Liga de Cambrai, ou, na sua forma portuguesa, de Cambraia, surgiu como consequência do Tratado de Cambrai de 10 de dezembro de 1508. Foi uma coligação militar entre o rei de França Luís XII, o imperador do Sacro Império Romano Germânico Maximiliano e Fernando II de Aragão, contra a cidade de Veneza destinada à conquista de certos territórios.

O Papa Júlio II adere à Liga de Cambrai em março de 1509, integrando os Estados Pontifícios na aliança. Faziam ainda parte a Inglaterra, Hungria, Savoia, Ferrara, Mântua e Florença.

A Liga abriu hostilidades em 1º de abril de 1509. Os venezianos são derrotados na Batalha de Agnadel, em 14 de maio de 1509, pelos franceses, graças à audácia de Pierre Terrail de Bayard. Em 1510, inquieto pelos progressos militares de Luís XII, o Papa muda de campo e alia-se a Veneza. Em 4 de outubro de 1511, forma a Santa Liga contra a França.


Batalha de Agnadel, parte da Guerra da Liga de Cambrai.

Guerra da Liga de Cambrai

A Guerra da Liga de Cambrai, também conhecida como Guerra da Santa Liga, foi um grande conflito travado durante as chamadas Guerras Italianas. Os principais protagonistas da luta, travada entre 1508 e 1516, eram a França, os Estados Papais e a República de Veneza; ao longo do tempo, outros países da Europa Ocidental se envolveram, como a Espanha, o Sacro Império Romano, a Inglaterra, a Escócia, o Ducado de Milão, Florença, o Ducado de Ferrara e mercenários suíços.

O Papa Júlio II, tentando deter a influência veneziana no norte da Itália, criou a chamada Liga de Cambrai, uma aliança antiveneziana formada pelo próprio papa, junto com Luís XII da França, Fernando II de Aragão e Maximiliano I, o Sacro Imperador Romano. Apesar dos sucessos iniciais da liga, fricções entre o Papa Júlio II e Luís XII causaram o colapso da aliança em 1510; o Papa Júlio II então se aliou com Veneza contra a França.

A aliança entre os Estados Papais e Veneza se expandiu para formar a Santa Liga, que conseguiu expulsar a França da Itália em 1512; brigas a respeito da divisão dos espólios do conflito, contudo, levaram a Veneza a abandonar a aliança em favor de se juntar a França. Sob a liderança de Francisco I, que sucedeu Luís XII no trono, os franceses e venezianos, após a vitória na Batalha de Marignano travada entre 13 e 14 de setembro de 1515, reconquistaram todo o território perdido.


A Batalha de Marignano, vencida pelos franceses.

Tratados então foram assinados em Noyon e Bruxelas, que terminaram a guerra formalmente em 1516, restabelecendo o antigo mapa dos territórios na Itália e voltando ao status quo de 1508. Alguns anos depois as hostilidades recomeçaram.

Fonte: Wikipédia


Tags: Liga, tratado






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 20.08

  • Dia de São Bernardo
  • Dia do Anjo Cahethel
  • Dia do Maçom