Últimas notícias

Hoje na história

RSS
24 de dezembro de 1920.

O tenor Enrico Caruso faz sua última apresentação


Enrico Caruso nasceu em Nápoles em 27 de fevereiro de 1873. Sua estréia como tenor se deu na mesma cidade em 1894, mas seu primeiro sucesso foi cantando “La Gioconda”, em Palermo, em 1897. Cantou “O elixir do amor” no Teatro Scala, de Milão, em 1900. Em 1902 cantou pela primeira vez no Teatro Covent Garden, de Londres, e a partir daí fez muito sucesso.

Mas o local onde mais cantou foi no Metropolitan Opera House, de Nova Iorque, onde de 1903 a 1920 foi intensamente admirado. Suas gravações tornaram-no mundialmente famoso. Caruso fundiu um timbre natural de barítono com um acabamento fluente e sedoso de tenor.

O brilho de suas notas agudas, seu controle excepcional da respiração e sua entonação impecável tornaram sua voz sem par. Ele foi considerado o maior tenor do século. Foi um intérprete notável de Verdi. Cantou na estréia de muitas óperas, entre elas “La fanciulla del west”, de Puccini.

Em 24 de dezembro de 1920 Caruso fez sua última apresentação. Em 2 de agosto de 1921 ele morreu em Nápoles.

Tags: Tenor, música, ópera, barítono






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 17.07

  • Dia de Proteção Florestal
  • Dia de Santo Enódio
  • Dia de São Bartolomeu
  • Dia do Anjo Asaliah