Últimas notícias

Hoje na história

RSS
31 de março de 1499.

Nasce Giovanni Angelo de Medici, futuro Papa Pio IV

Pio IV, 224º Papa da Igreja Católica

Papa Pio IV, nascido Giovanni Angelo de Medici (Milão, 31 de março de 1499 — Roma, 9 de dezembro de 1565), foi o 224º Papa da Igreja Católica Apostólica Romana. Foi eleito em 26 de dezembro de 1559, sendo consagrado no dia 6 de janeiro de 1560. Faleceu a 9 de dezembro de 1565, sendo sepultado na igreja de S. Maria dos Anjos, em Roma. Sua eleição representou uma solução de compromisso entre pressões da França e da Espanha.

Nasceu de pais modestos, nem pertencia ao ramo principal da família, mas adotou seu brasão. Descenderia de um Paulo de Médici, chamado Porolo, morto em 27 de outubro de 1340, decurião (Decurione) de Milão 1335 e 1340. Alguns historiadores consideram este Paulo membro da família de Florença; para outros, não há provas suficientes disso. O papa teve um irmão mais velho, João Jaime ou Gian Giacomo (nascido cerca 1497 - 8 de novembro de 1555, sepultado em Milão no Mausoleo Mediceo nel Duomo) chamado "il Meneghino", que foi famoso general ao serviço da Espanha na Batalha de Mühlberg, e combatente na Itália, França e Bélgica, cavaleiro da Ordem do Tosão de Ouro 1555, feito primeiro Marquês de Marignano em 28 de março de 1528 (confirmado por diploma imperial de 31 de Outubro de 1528 e do Duque de Milão em 1º de março de 1532), Marquês de Musso e Lecco, Senador de Milão 25 de março de 1550. Este irmão casou em 1545 com Marzia Orsini (1515 - 13 de agosto de 1548 Frascarolo), filha de Ludovico Conde de Pitigliano e de Giulia Orsini, viúva de Livio Attilio d’Alviano.

Arcipreste de Mazzo e Protonotário Apostólico, Prelato Doméstico, foi Governador de Ascoli, Città di Castello, Fano, Parma, Ancona e Perugia, Comissário Geral na Áustria, Hungria e Polônia, arcebispo de Ragusa em 1546, Vice-Legado em Bolonha 1547. Escolhido Cardeal em 8 de abril de 1549. Foi Legato ad latere 1551, Bispo de Cassano al Ionio 1553.

Contaminado pelo nepotismo, mudou a política anti-imperial do Papa anterior, Paulo IV e conseguiu concluir o concílio de Trento (1562-1563) cujos decretos começaram a ser aplicados nos últimos dois anos de seu pontificado. Publicou um novo Índice de Livros Proibidos em 1564 e reformou o Sacro Colégio. A pedido do imperador, permitiu a Eucaristia sob as duas espécies a alemães, austríacos e húngaros em 1564 para frear o avanço do protestantismo. Fracassou porem esse seu intento no leste da Alemanha, França e Inglaterra, embora se abstivesse de excomungar a Rainha Elizabeth I. Condenou a simonia.

Fonte: Wikipédia


Tags: Papa, vaticano, igreja, catolicismo






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 17.10

  • Dia da Indústria Aeronáutica Brasileira
  • Dia de Santo Inácio de Antioquia
  • Dia do Anjo Manakel
  • Dia do Eletricista
  • Dia Nacional da Vacinação