Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Segunda-Feira, 27 de Dezembro de 2006.

Um foguete Soyuz 2.1.B, coloca o telescópio espacial CoRoT em órbita

Concepção artística do telescópio espacial CoRoT

O telescópio espacial CoRoT é um telescópio espacial que faz parte de uma missão astronômica e astrofísica que observará 120 mil estrelas dentro do disco da Via Láctea, com dois objetivos principais:

  1. Descobrir novos planetas extrasolares a partir da detecção de trânsitos planetários;
  2. Estudar a rotação e a convecção nas estrelas através da sismologia estelar.


O CoRoT pretende ser a primeira missão científica a detectar planetas extrasolares do tipo terrestre além de obter dados para uma melhor compreensão dos fenômenos da rotação diferencial e da convecção em estrelas.

O acrônimo CoRoT (pronuncia-se "corrô") vem justamente da fusão dessas três palavras: COnvecção + ROtação + Trânsitos. Mas também é homônimo de Jean-Baptiste Camille Corot (1796-1875), pintor parisiense que foi um dos grandes nomes da transição entre o classicismo e o impressionismo nas artes plásticas, um nome adequado para uma missão que pretende pintar um novo quadro na astronomia moderna.

O projeto CoRoT foi desenvolvido pela Agência Espacial Francesa (CNES), em conjunto com vários laboratórios franceses e parceiros internacionais, incluindo o Brasil.

O satélite pesa 630 kg, mede 4,1 metros de comprimento e 2,0 metros de diâmetro, tendo sido lançado por um foguete russo em dezembro de 2006 entrando em órbita circular polar a 896 km de altitude. O satélite porta um telescópio que, durante os dois anos e meio previstos para a duração da missão, realizará observações em direções perpendiculares ao seu plano orbital, evitando a interferência da luz refletida pela Terra. Durante o verão no hemisfério norte observará uma região do céu perto da constelação de Serpens. Durante o inverno no hemisfério norte observará numa região do céu na direção oposta, nas proximidades da constelação de Monoceros.

História

O projeto do satélite CoRoT foi proposto em 1994 por cientistas e engenheiros do CNES.

A missão principal do satélite era analisar pulsações de estrelas.

A pesquisa por planetas extrasolares era então um objetivo secundário da missão.

Como missões espaciais possuem um custo relativamente alto e a sismologia estelar não é uma das áreas de maior prioridade em astronomia, por diversas vezes, o projeto CoRoT foi ameaçado de ser cancelado ou ter seu orçamento reduzido.

Por este motivo, a missão CoRoT adotou a pesquisa por planetas extrasolares como seu objetivo principal, já que esta área é uma das prioridades da pesquisa na astronomia moderna e goza de grande interesse por parte do grande público. Isto assegurou uma melhor promoção do projeto junto às autoridades governamentais e garantindo sua execução. O estudo das pulsações estelares passou a ser o objetivo número dois da missão.

O "mestre de obras" é o Centre National d´Études Spatiales (CNES), a agência espacial francesa, que financiou cerca de 70% dos custos da missão, em cooperação com a Agência Espacial Europeia (ESA), a Alemanha, a Espanha, a Áustria, a Bélgica e o Brasil. O custo total do projeto foi de 170 milhões de euros. O satélite foi construído pela Alcatel Alenia Space.

Lançamento

O CoRoT foi lançado em 27 de dezembro de 2006 por um foguete Soyuz 2.1.B do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão. A missão foi projetado para durar dois anos e meio, mas em 2012, CNES tinha estendido operações até 2016 poucos dias antes da anomalia de 2 de novembro que colocou um ponto final na missão. Durante a missão, o CoRoT recolheu quase 160.000 "curvas de luz" (variação com o tempo de o brilho de uma estrela). Os alvos eram poucas estrelas brilhantes (160) observadas com grande precisão, e mais de 150.000 estrelas mais fracas para detectar um número razoável de planetas extra-solares, descobrir e interpretar as vibrações de muitas estrelas, mas também tratar muitas outras questões de física estelares tais como atividade, rotação, sistema binário, etc.

Fonte: Wikipédia


Tags: Telescópio, espaço






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 19.11

  • Dia da Bandeira
  • Dia da Caminhada da Bandeira
  • Dia de Santa Matilde de Hackeborn
  • Dia de Santo Abdias
  • Dia do Anjo Haaiah
  • Dia do Cordelista
  • Dia Internacional do Homem
  • Dia Internacional do Xadrez
  • Dia Mundial da Prevenção a Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes