Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Sábado, 31 de Dezembro de 1502.

Para se livrar de seus inimigos, entre eles, Oliverotto de Fermo, César Bórgia convida-os para seu palácio de Senigallia para depois assassiná-los


César Bórgia (Setembro de 1475 - 12 de Março de 1507), Duque de Valentino, foi um príncipe italiano da Renascença européia.

Seu pai teve preconceitos contra a sua opção sexual, mas previa uma carreira dentro da Igreja para o filho, e, de fato, César tornou-se bispo, arcebispo, aos dezoito, cardeal. Abandona a carreira eclesiástica (para a qual tinha pouco gosto), utilizando como justificativa o assassinato do irmão João, o qual deveria substituir nos assuntos temporais (João era capitão das forças militares do papado).

Feito Duque Valentino em 1498 pelo rei Luís XII da França, que queria um papa aliado, César Bórgia tornou-se modelo para o livro “O Príncipe”, de Maquiavel. Calculista e violento tentou com o apoio do pai constituir um principado na Romanha, uma região histórica da Itália setentrional que atualmente é parte da região da Emília-Romanha, em 1501.

No dia 31 de dezembro de 1502, para se livrar de seus inimigos (entre eles, Oliverotto de Fermo), convidou-os para seu palácio de Senigallia, depois os aprisionou e assassinou-os. Após a morte de seu pai, foi encarcerado sucessivamente pelo Papa Júlio II e pelo rei de Castela. Escapando daquele reino, serviu como soldado no exército de Navarra (que tinha por rei o cunhado de César), e morreu aos trinta e um anos, no ano de 1507, em Viana na Espanha.

Ao que consta, César Bórgia foi contemporâneo do escritor Nicolau Maquiavel, tendo servido de modelo para o autor em sua obra O Príncipe.

Só por curiosidade histórica, a Faccina de Sinigaglia, como ficou conhecido tal evento, no qual foram mortos também os cardeais Orzinni e Viteloso Vittelli, além de Da Fermo, foi narrado pelo próprio Maquiavel, num documento que melhor se adaptaria a roteiro de filme de horror, denominado: Descrizzione dal modo tenutto, dal Ducca Valentino nello amazzare Viteloso Vitelli, Oliverotto da Fermo e lo cardenalli Orzinni.



Opinião do internauta

  • Paulo Nicolas Porto (31.12.2007 | 13.37)
    Só por curiosidade histórica, a Faccina de Sinigaglia, como ficou conhecido tal evento, no qual foram mortos também os cardeais Orzinni e Viteloso Vittelli, além de Da Fermo, foi narrado pelo próprio Maquiavel, num documento que melhor se adaptaria a roteiro de filme de horror, denominado: Descrizzione dal modo tenutto, dal Ducca Valentino nello amazzare Viteloso Vitelli, Oliverotto da Fermo e lo cardenalli Orzinni. Vale muito a pena!!.
    Apenas a modo de complemento.....muitas felicidades e muita paz e saúde no ano que se apresenta!
Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 23.10

  • Dia da Aviação e do Aviador
  • Dia da Aerofilatelia
  • Dia de São Severino
  • Dia do Anjo Mumiah

Agenda do dia - 23.10

  • 18:00 às 00:00 Jantar no BOX 21 - Rua Carlos von Koseritz, 304 - reservas (51) 3325-5121
  • 22:30 às 23:00 Programa PontoNet (inédito) na POATV Canal 6 da Net em Porto Alegre