Últimas notícias

Hoje na história

RSS
13 de dezembro de 1981.

Lei marcial na Polônia para conter a expansão do sindicato Solidariedade e seu grito por democracia


Em 13 de dezembro de 1981, numa noite de sábado para domingo, o primeiro-ministro da Polônia, o general Wojciech Jaruzelski, decretava lei marcial para pôr fim às atividades de um sindicato que tinha quase 10 milhões de membros, 16 meses depois de sua criação durante a greve dos estaleiros navais em Gdansk, em meados de 1980. O sindicato era o Solidariedade e seu presidente de então era Lech Walesa.

No dia 13 de dezembro não houve derramamento de sangue. Mas três dias depois, durante um ataque das forças de segurança, nove grevistas morreram na mina de Wujek, na Silésia.

Em função da lei marcial o Presidente norte-americano Ronald Reagan impõe sanções econômicas contra a União Soviética no dia 28 de dezembro de 1981. A lei marcial foi suspensa passados 12 meses e anulada em 22 de julho de 1983.

Apesar da forte repressão por parte das autoridades polonesas, o sindicato Solidaridade sobreviveu na clandestinidade. No início de 1989, quando a URSS de Michael Gorbachov preconizava uma mudança, o general Jaruzelski convidou o movimento anticomunista a discutir as reformas que terminariam por derrubar o regime autoritário da Polônia.

Tags: Lei Marcial, Solidariedade, Lech Walesa






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 21.10

  • Dia da Iluminação
  • Dia de Santo Hilarião
  • Dia do Anjo Yabamiah
  • Dia do Contato
  • Dia do Contato Publicitário
  • Dia do Ecumenismo
  • Dia do Lixeiro
  • Dia do Securitário