Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Sexta-Feira, 02 de Janeiro de 2004.

A sonda Stardust aproxima-se do cometa Wild 2 para coletar amostras de poeira e obter fotos detalhadas do seu núcleo gelado

O Cometa Wild 2 como visto pela Sonda Stardust em 2 de janeiro de 2004.

Stardust é uma nave espacial da NASA, gerenciada pelo Laboratório de propulsão a jato, (JPL) da NASA na Califórnia. Foi lançada em 7 de fevereiro de 1999, pelo foguete Delta II, no Cabo Canaveral, estado da Flórida. A sua finalidade é o de investigar o cometa Wild 2 e o asteroide Annefrank, além de recolher poeira interestelar.

A sonda Stardust é a primeira missão norte-americana, dedicada única e exclusivamente para explorar um cometa com a finalidade de retornar material extraterrestre, fora da órbita da Lua.

Em 2 de novembro de 2002, às 04:50:20 UTC, a Stardust encontrou o asteroide Annefrank a uma distância de 3.079 km (1.913 milhas). Este encontro foi usado principalmente como um teste de engenharia das operações de naves espaciais e terrestres, em preparação para o encontro com o cometa Wild 2 em 2003.


Imagem do asteroide Annefrank obtida em 2 de novembro de 2002.

A Stardust aproximou-se do cometa Wild 2 em 2 de janeiro de 2004, após uma viagem de quatro anos pelo espaço. Durante esta aproximação ela coletou amostras de poeira do cometa e obteve fotos detalhadas do seu núcleo gelado.

Adicionalmente a sonda Stardust deverá trazer amostras de poeira interestelar que foi recentemente descoberta passando pelo Sistema Solar e se dirige para a constelação de Sagitário.

A sonda Stardust chegou a 15 de janeiro de 2006 à Terra, para entregar as amostras do material proveniente do cometa dentro de uma cápsula.


A Sonda Stardust durante o lançamento com um veículo de lançamento Delta II.

A sonda Stardust

A sonda Stardust apresenta na sua frente um conjunto de três escudos que visam a proteger a sonda do impacto das partículas do cometa. Dois escudos protegem os painéis solares e o último escudo, protege o corpo principal da sonda.

A sonda não dispõe de painéis-solares móveis, portanto a sonda inteira deve se mover para que o Sol possa iluminá-las adequadamente. Na parte traseira da sonda se situa a cápsula de coleta de material que se abre conforme o programado e no final¸ será fechada e lacrada e finalmente será lançada em direção a Terra. Quando em configuração de cruzeiro o coletor permanece dentro da cápsula.

Devido à grande distância do Sol a sonda será capaz de funcionar plenamente com apenas 15% da intensidade que o Sol tem na Terra.

A cápsula da Stardust vai entrar na atmosfera da Terra com uma velocidade de 12,5 quilômetros por hora. Velocidade está 70% superior a velocidade de reentrada das cápsulas das missões Apollo.

Cronograma da Stardust

  • Lançamento – 7 de fevereiro de 1999
  • Manobras com o auxílio da força da gravidade da Terra – janeiro de 2001
  • Encontro com o cometa Annefrank – 2 de novembro de 2002
  • Encontro com o cometa Wild 2 – 15 de janeiro de 2004
  • Retorno a Terra – janeiro de 2006


A missão

Acredita-se que o material recolhido pela sonda seja antigo, de época anterior à existência do Sistema Solar e que também seja formado de grãos e de nuvens de poeira remanescentes da época da formação do Sistema Solar.

Para encontrar com o cometa Wild 2, a sonda teve que fazer três voltas em torno do Sol. Na segunda volta ocorreu a trajetória de interseção com o cometa. Durante este encontro, a sonda Stardust realizou uma série de tarefas como a contar o número de partículas com o instrumento científico denominado de Dust Flux Monitor (DFM) e em tempo real, analisar a composição destas partículas e substâncias voláteis pelo Comet and Interstellar Dust Analyzer (CIDA).


O Cometa Wild 2 como visto pela Sonda Stardust em 2 de janeiro de 2004.

Utilizando uma substância denominada de Aerogel, a sonda Stardust consegue capturar e armazenar em segurança amostras do cometa, na sua longa jornada de volta para a Terra. Ela é constituída de silício, material que foi construído junto com a grade do coletor de aerogel, que é similar a uma grande raquete de tênis.

Stardust é a quarta missão da NASA do Programa Discovery, programa este que consiste na construção de pequenas naves espaciais de pesquisa espacial, que levem no máximo 36 meses para ficarem prontas e que custem menos de US$ 190 milhões de dólares em desenvolvimento e que o custo total da missão, seja inferior a US$ 299 milhões de dólares.

A missão Stardust veio depois das missões: Mars Pathfinder, Near Earth Asteroid Rendezvous ou (NEAR) e da Lunar Prospector.

Este é um programa de pesquisa espacial visa a obter dados científicos relevantes em missões de baixo custo, onde se emprega tecnologia de ponta, e cujas missões possam ser levadas adiante em um curto espaço de tempo.

Fonte: Wikipédia


Tags: Espaço, sonda, nave, Nasa, Stardust, cometa, Wild 2, asteroide, Annefrank






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 19.11

  • Dia da Bandeira
  • Dia da Caminhada da Bandeira
  • Dia de Santa Matilde de Hackeborn
  • Dia de Santo Abdias
  • Dia do Anjo Haaiah
  • Dia do Cordelista
  • Dia Internacional do Homem
  • Dia Internacional do Xadrez
  • Dia Mundial da Prevenção a Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes