Últimas notícias

Hoje na história

RSS
21 de Janeiro de 1968.

Um bombardeiro B-52, que levava quatro bombas de hidrogênio caiu próximo da Base de Thule, na Groenlândia, deixando escapar grandes quantidades de plutônio sobre o gelo

Um B-52G, semelhante ao que caiu na Base Aérea de Thule

Durante a Guerra Fria, a Groenlândia teve uma importância estratégica, ao controlar parte dos acessos entre os portos árticos soviéticos e o Oceano Atlântico, bem como ser uma boa base para a observação dos possíveis usos de mísseis balísticos intercontinentais, que se planeava que devessem sobrevoar o Ártico. A base aérea de Thule (agora chamada Qaanaaq) no noroeste se tornou uma base aérea permanente. Em 1953, algumas famílias Inuit foram obrigadas pela Dinamarca a desocuparem suas casas para deixar espaço às ampliações da base. Por esta razão, a base tem sido uma fonte de atritos entre o governo dinamarquês e os groenlandeses.

Estes problemas cresceram em 21 de Janeiro de 1968, quando ocorreu um acidente nuclear (Um bombardeiro B-52 que levava quatro bombas de hidrogênio caiu próximo da base, deixando escapar grandes quantidades de plutônio sobre o gelo). Apesar de quase todo o plutônio ter sido retirado, os nativos ainda falam em deformidades em animais como consequência deste desastre.

Um incêndio na aeronave teria forçado os sete membros da tripulação a pularem de paraquedas de sua aeronave. A carga nuclear rompeu com o forte impacto sobre o gelo, resultando na contaminação radioativa generalizada na região.

 


Tags: Bomba, avião, B-52, acidente, contaminação, plutônio






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 19.09

  • Dia de São Geraldo
  • Dia de São Januário
  • Dia do Anjo Haamiah
  • Dia do Ortopedista
  • Dia do Teatro