Últimas notícias

Hoje na história

RSS
06 de janeiro de 1579.

Guerra dos Oitenta Anos: Assinada a “União de Atrecht”

Mapa dos Países Baixos espanhóis (1579).

A Guerra dos 80 anos ou Revolta Holandesa de 1568 a 1648, foi a guerra de secessão na qual o território englobando aquilo que é hoje os Países Baixos se tornou um país independente frente à Espanha.

Durante esta guerra, a República Holandesa tornou-se uma potência mundial por um curto período histórico, com grande poder naval, e beneficiou de um crescimento económico, científico e cultural sem precedentes.

Os Países Baixos pertenciam ao império espanhol, mas o Conselho de Regência de Filipe II rompeu com os nobres locais, que foram excluídos do governo. Altos impostos, desemprego e temores da perseguição católica contra os calvinistas criaram uma perigosa oposição, esmagada pelo duque de Alba em 1567 com um reino de terror e pesada tributação. Seguiu-se uma revolta liberal iniciada por Guilherme, o Taciturno, que evitou batalhas campais com as forças espanholas, explorando estrategicamente seu conhecimento da região, salvando cidades sitiadas como Leiden (1573-1574) e abrindo diques que inundaram a zona rural. O saque de Antuérpia (1576) levou a uma união temporária de todos os Países Baixos na pacificação de Gante. Os excessos calvinistas logo levaram as províncias do sul a formarem a União de Arras (1579) e a fazer as pazes com a Espanha. As províncias do Norte formaram a União de Utrecht e a guerra tornou-se uma luta religiosa pela independência. Guilherme defendeu-se com ajuda estrangeira, até ser assassinado em 10 de julho de 1584, quando a liderança passou para Maurício de Nassau e o político Van Oldenbarneveldt. As Províncias Unidas salvaram-se pelo compromisso de guerra da Espanha com a França, Inglaterra e Turquia. Um armistício (1609) foi seguido pelo reconhecimento da plena independência no Tratado de Westfália de 24 de outubro de 1648.

União de Atretch (União de Arras)

A União de Atretch, também designada União de Arras (em francês Union d'Arras), foi um acordo assinado a 6 de janeiro de 1579 na localidade francesa de Arras, em Nord-Pas-de-Calais. Neste acordo, as províncias dos então designados Países Baixos Espanhóis expressaram a sua lealdade para com o Rei Filipe II da Espanha (Filipe I de Portugal).

Decorria então a Guerra dos 80 anos, onde diversos estados dos Países Baixos se debatiam para obter a independência de Espanha.

Como reação a este tratado, as províncias que se revoltavam assinaram poucos dias depois um tratado designado de União de Utrecht onde reafirmavam a sua independência.

As províncias que assinaram a União de Utrecht foram Lille, Douai, Orchies, Artois e Hainaut. Estas correspondem aproximadamente à região da Valônia na Bélgica, assim como parte do norte da França.

Do acordo celebrado constava:

  • não há lugar para tropas estrangeiras
  • o Conselho de Estado deverá ser organizado como no tempo do imperador Carlos I de Espanha (imperador Carlos V do Sacro Império Romano)
  • dois terços dos membros do conselho deverão ser admitidos pelos estados
  • todos os privilégios em vigor antes da Revolta Holandesa deverão ser repostos
  • o catolicismo é a única religião permitida. Todas as outras (como o calvinismo) deverão ser abolidas


As regiões de Namur, Luxemburgo e Ducado de Limburgo apoiaram a União, embora não tivessem assinado

Fonte: Wikipédia


Tags: União, países baixos, Holanda, Espanha, independência, Utrecht, Atrecht






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 14.12

  • Dia da Bíblia Evangélica
  • Dia de São João da Cruz
  • Dia do Engenheiro de Pesca
  • Dia Nacional da Ópera
  • Dia Nacional do Ministério Público Federal