Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Sexta-Feira, 19 de Junho de 1953.

O casal Ethel e Julius Rosenberg são executados em Sing Sing

Ethel e Julius Rosenberg após serem condenados.

Julius Rosenberg (Nova York, 12 de maio de 1918 – Prisão de Sing Sing, Nova York, 19 de junho de 1953) e Ethel Greenglass Rosenberg (Nova York, 25 de setembro de 1915 – Prisão de Sing Sing, Nova York, 19 de junho de 1953) foram judeus comunistas norte-americanos que foram executados em 1953 após serem condenados por espionagem. As acusações foram em relação à transmissão de informações sobre a bomba atômica para a União Soviética. A execução deles foi a primeira de civis por espionagem na história dos Estados Unidos.

Desde a execução, telegramas soviéticos descodificados parecem confirmar que Julius agiu como mensageiro e recrutador para os soviéticos, mas as dúvidas em relação ao nível de envolvimento de Ethel no trama persistem. A decisão de executar o casal foi e ainda é controversa. Os outros espiões capturados pelo FBI não foram executados. O irmão de Ethel, David Greenglass, que forneceu documentos a Julius, cumpriu 10 dos 15 anos de sua pena.Harry Gold, o mensageiro de Klaus Fuchs, que forneceu informações muito mais detalhadas aos soviéticos sobre a bomba atômica, cumpriu 15 anos.

Morton Sobell, julgado junto com os Rosenbergs, cumpriu 17 anos e 9 meses. Em 2008, após vários anos de negação, Morton Sobell finalmente admitiu ter sido espião soviético. De acordo com ele, Julius estava em uma "conspiração para fornecer aos soviéticos informações militares e industriais confidenciais … [sobre] a bomba atômica". Entretanto, ele declarou que os diagramas e as informações passadas a Julius por Greenglass tiveram "pouco valor" para a União Soviética. Ele também declarou que Ethel era completamente inocente; ela sabia das atividades do marido, mas não participava delas.

Nikita Khrushchev, líder da União Soviética de 1958 a 1964, escreveu sobre o casal em sua autobiografia, publicada postumamente em 1990. De acordo com as memórias de Kruschchev, ele soube através de Josef Stalin e Viatcheslav Molotov que Julius e Ethel Rosenberg "forneceram ajuda muito significante para acelerar a produção de nossa bomba atômica". Entretanto, o diretor da organização onde a União Soviética desenvolveu sua primeira bomba atômica negou qualquer envolvimento dos Rosenbergs na produção da mesma. Em 1989, Boris V. Brokhovich disse ao The New York Times que o desenvolvimento da bomba deu-se através do processo de tentativa e erro. "Vocês fizeram os Rosenbergs se sentarem na cadeira elétrica por nada", declarou. "Não obtivemos nada dos Rosenbergs".

Fonte: Wikipédia


Tags: Rosenberg, espiões, Julius Rosenberg, Ethel Greenglass, Projeto Manhattan, bomba atômica, nuclear, Segunda Guerra Mundial, Hiroshima, Nagasaki






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 20.11

  • Dia da Consciência Negra
  • Dia de Santo Edmundo
  • Dia de Santo Otávio
  • Dia do Anjo Ierathel
  • Dia do Auditor
  • Dia do Aviador e da FAB
  • Dia do Biomédico
  • Dia do Técnico em Contabilidade - Porto Alegre
  • Dia Mundial da Criança (Onu)