Últimas notícias

Hoje na história

RSS
28 de março de 1968.

Anos de Chumbo: o estudante Edson Luís de Lima Souto é assassinado durante manifestação estudantil no restaurante Calabouço, no Rio de Janeiro


Edson Luís de Lima Souto (Belém, 24 de fevereiro de 1950 - Rio de Janeiro, 28 de março de 1968) foi um estudante secundarista brasileiro assassinado pela Polícia Militar durante um confronto no restaurante Calabouço, centro do Rio de Janeiro. Edson foi o primeiro estudante assassinado pela Ditadura Militar e sua morte marcou o início de um ano turbulento de intensas mobilizações contra o regime militar que endureceu até decretar o chamado AI-5.

No dia 28 de março de 1968, os estudantes do Rio de Janeiro estavam organizando uma passeata relâmpago para protestar contra a alta do preço da comida no restaurante Calabouço, que deveria acontecer no final da tarde do mesmo dia.

Por volta das dezoito horas, a Polícia Militar chegou ao local e dispersou os estudantes que estavam na frente do complexo. Os estudantes se abrigaram dentro do restaurante e responderam à violência policial utilizando paus e pedras. Isso fez com que os policiais recuassem e a rua ficasse deserta. Quando os policiais voltaram, tiros começaram a ser disparados do Edifício da Legião Brasileira de Assistência, o que provocou pânico entre os estudantes, que fugiram.

Os policiais acreditavam que os estudantes iriam atacar a Embaixada dos Estados Unidos e acabaram por invadir o restaurante. Durante a invasão, o comandante da tropa da PM, aspirante Aloísio Raposo, atirou e matou o secundarista Edson Luís com um tiro a queima roupa no peito. Outro estudante, Benedito Frazão Dutra, chegou a ser levado ao hospital, mas também morreu.

Tags: Anos de Chumbo, ditadura, golpe de 64






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 13.12

  • Dia de Santa Luzia
  • Dia do Deficiente Visual
  • Dia do Lapidador
  • Dia do Marinheiro
  • Dia do Pedreiro
  • Dia Nacional do Ótico e do Oftalmologista