Últimas notícias

Hoje na história

RSS
10 de fevereiro de 1996.

O computador Deep Blue, da IBM, vence o campeão mundial de xadrez, Gary Kasparov. É a primeira vez que a máquina vence o melhor jogador de xadrez do mundo

O supercomputador Deep Blue criado pela IBM

Deep Blue (em português, azul profundo) foi um supercomputador e um software criados pela IBM especialmente para jogar xadrez com 256 co-processadores, capazes de analisar aproximadamente 200 milhões de posições por segundo.

Em 10 de fevereiro de 1996, o campeão do mundo de xadrez, Garry Kasparov, natural do Azerbeijão, considerado o melhor jogador de todos os tempos, ganhou três partidas, empatou duas e perdeu uma contra Deep Blue, obtendo a pontuação final de 4 a 2 (o empate dá 0,5 ponto para cada um dos lados).

A única derrota de Kasparov nesse match foi justamente na primeira partida, a qual passou a ser o primeiro jogo de xadrez em que um computador venceu um campeão do mundo sob regras normais de tempo. Mesmo recuperando-se nos jogos seguintes, ao final do match, Kasparov declarou que era o último humano campeão de xadrez, talvez prevendo o que aconteria no ano seguinte.

Em 11 de maio de 1997, após uma severa atualização, Deep Blue venceu Kasparov em um novo confronto de 6 partidas, com 2 vitórias, 3 empates e 1 derrota (pontuação final: 3,5 a 2,5), tornando-se o primeiro computador a vencer um campeão mundial de xadrez num match com regras de tempo oficiais.

A derrota de Kasparov no segundo match é uma das maiores polêmicas do mundo do xadrez. Naquela ocasião, o grande mestre acusou a IBM de ter trapaceado dizendo que jogadores humanos intervieram durante a segunda partida. A IBM se defendeu dizendo que os ajustes no programa e intervenções ocorriam somente entre uma partida e outra. Kasparov pediu os arquivos (printouts dos log files), porém a IBM se recusou a fornecê-los.

Na base de dados do computador havia mais de 700 mil partidas de Mestres e Grandes Mestres, porém quando Kasparov pediu à IBM algumas partidas jogadas pelo Deep Blue para que entendesse melhor seu oponente, o pedido foi negado. Kasparov pediu ainda um novo match, porém a IBM não teve interesse e aposentou o computador. Há um documentário de 2003 (Game Over: Kasparov and the Machine) que conclui que esta vitória foi armada para elevar o valor das ações da companhia.


Tags: IBM, xadrez, Kasparov, Deep Blue






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 20.04

  • Dia do Diplomata
  • Dia do Disco
  • Santa Inês de Montepulciano