Últimas notícias

Hoje na história

RSS
16 de junho de 1654.

A rainha Cristina da Suécia, convertida ao catolicismo romano, abdica ao trono


A rainha Cristina da Suécia nasceu em Estocolmo, no dia 8 de dezembro de 1626. Vei a falecer em Roma, no dia 19 de abril de 1689. Ela foi monarca da Suécia de 1632 a 1654. Era dotada de grande inteligência e cultura, foi uma das figuras mais influentes na política européia do século XVII. Herdou o trono com apenas seis anos de idade com morte do pai, Gustavo Adolfo II, o país foi governado por vários regentes até que se tornou rainha aos 18 anos (1644). Promoveu a assinatura da paz de Vestfália (1648), que pôs fim à guerra dos trinta anos e anexando à Suécia parte da Pomerânia, o porto de Wismar no mar Báltico e o bispado de Verden. Sua conversão ao catolicismo (1654) e a recusa a contrair matrimônio motivaram sua abdicação em favor do primo Carlos Gustavo, que subiu ao trono como Carlos X. Depois de abandonar a Suécia, transferiu-se para os Países Baixos e foi recebida em Roma pelo papa Alexandre VII. O amor à cultura levou-a a cercar-se dos artistas e sábios mais famosos de sua época, como René Descartes. Passou os últimos anos de vida em Roma, onde fundou a Academia dellArcadia (Academia da Arcádia para filosofia e literatura), dedicada à filosofia e à literatura. Patrocinou vários artistas e reuniu uma vasta coleção de livros e manuscritos. Sua biblioteca hoje faz parte da Biblioteca do Vaticano e seu túmulo está na Basílica de São Pedro.

Tags: Rainha, Cristina da Suécia






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 20.06

  • Dia de São Adalberto
  • Dia do Anjo Pahaliah
  • Dia do Revendedor
  • Dia Mundial do Refugiado