Últimas notícias

Hoje na história

RSS
11 de março de 1973.

Héctor José Cámpora vence a primeira eleição presidencial ocorrida na Argentina desde 1965


Héctor José Cámpora (Buenos Aires, 26 de março de 1909 - 18 de dezembro de 1980) foi um político e odontologista argentino que presidiu o país em 1973.

Em 11 de março de 1973 a Argentina teve eleições gerais pela primeira vez em 10 anos, com um acachapante triunfo do peronismo, ainda que o próprio Juan Perón tenha sido proibido de se apresentar como candidato.

Héctor Cámpora venceu as eleições com 49,5% dos votos. Na sua posse esteve presente o então presidente do Chile, Salvador Allende.

Sua primeira medida foi, conforme havia prometido, anistia aos presos políticos. Em 28 de maio de 1973 a Argentina retomou as relações diplomáticas com Cuba, interrompidas durante o período militar.

Juan Perón volta ao país em 20 de junho, quando ocorre o “Massacre de Ezeiza”, conflito sangrento entre partidários do antigo presidente. Com a retirada do apoio de Perón ao seu governo, renuncia em 13 de julho de 1973 e convocando novas eleições - onde Perón foi reeleito com mais de 60% dos votos.

Ao assumir seu segundo mandato, Perón nomeou Cámpora como embaixador do México. Diante do golpe militar de 1976, refugiou-se na Embaixada do México em Buenos Aires, onde permaneceu por mais de 3 anos até que lhe foi dada permissão para voar a este país, onde morre pouco depois.

Tags: Perón, peronismo, Cámpora, Montoneros, CGT






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 03.12

  • Dia de São Francisco Xavier
  • Dia Internacional do Portador de Deficiência Física