Últimas notícias

Hoje na história

RSS
15 de julho de 1940.

Fulgencio Batista triunfa nas eleições legislativas de Cuba


Fulgencio Batista y Zaldívar foi o líder de fato de Cuba de 1933 a 1940 e o presidente oficial do país de 1940 a 1944 e novamente de 1952 a 1959, como ditador. Foi deposto por Fidel Castro em 1959 e obteve exílio permanente na Ilha da Madeira e no Estoril em Portugal e depois em Espanha, morrendo em Guadalmina, Espanha.

No seu primeiro período de governo entre 1933 e 1944, Batista consolidou o seu poder concentrando em si todas as nomeações para os cargos públicos. Ao mesmo tempo, aumentou a sua fortuna pessoal, tornando-se o homem mais poderoso de Cuba. Também durante o primeiro mandato de Batista, Cuba cooperou na 2ª Guerra Mundial com os aliados e declarou guerra ao Japão, Alemanha e Itália

Em Março de 1952 regressou ao poder, novamente através de um golpe militar. Como a situação econômica cubana se agravou bastante nos oito anos em que ele esteve afastado do poder, ele foi aclamado pelo povo. Passou então a governar como um verdadeiro ditador, contando com o reconhecimento diplomático dos EUA. Instaurou um regime autoritário, mandando prender os seus opositores e restringindo as liberdades através do controll da imprensa, da universidade e do congresso.

O regime de Batista foi derrubado em 1959 por um ataque de forças rebeldes comunistas comandadas por Fidel Castro.

Tags: Fidel Castro, Cuba, Fulgencio Batista






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 13.04

  • Dia de Santo Hermenegildo
  • Dia do Hino Nacional
  • Dia do Internacional do Beijo
  • Dia do Office-Boy
  • Dia dos Jovens
  • Dia Mundial da Imprensa