Últimas notícias

Hoje na história

RSS
06 de outubro de 1965.

Golpe Militar de 1964: O Presidente Castello Branco envia ao Congresso medidas para endurecer o regime ditatorial no Brasil


A lei eleitoral de 15 de julho de 1965 proibia a reeleição, assim, Magalhães Pinto e Carlos Lacerda, não concorreram, ficando apenas apoiando seus candidatos da UDN. No entanto, em Minas Gerais venceu Israel Pinheiro, do PSD e no Rio de Janeiro, Francisco Negrão de Lima, do PTB, o que foi visto como alarmante pelos setores linha dura do governo militar que se mobilizaram em alterar mais uma vez a constituição para garantir a vitória dos políticos de situação.

No dia 6 de outubro, o Presidente da República encaminhou ao Congresso Nacional medidas para endurecer o regime, atribuindo ao governo militar mais poderes, restringindo a liberdade de expressão e ação dos cassados, controlar o Supremo Tribunal Federal, acabar com o foro especial para os que exerceram mandato executivo e estabelecendo eleições indiretas para Presidente da República.

Em função deste acontecimento, no dia 8 de outubro, Lacerda, na televisão, chama Castello Branco de traidor da revolução, rompe com o governo e renuncia à sua candidatura.

Tags: Ditadura, Golpe Militar de 64, Lacerda, Castello Branco






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 16.09

  • Dia da Conservação e Fertilidade do Solo
  • Dia de São Cipriano
  • Dia de São Cornélio
  • Dia do Anjo Chavakiah
  • Dia Internacional da Paz
  • Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio